terça-feira, 5 de julho de 2011

Por quanto

Quantas vezes vou olhar suas fotos antes de deitar,
Me emocionar com tudo que passamos,
Quantas noites em claro passarei,
Tentando não pensar em você,
Quantas vozes vou ouvir, olhar,
E perceber que não é você,
Quantas vezes sentirei teu perfume,
Em meu corpo, em meus lençois,
Quantas vezes vou sussurrar seu nome durante o sono,
E quando acordar não te ver,
Por quanto tempo farei das palavras minha fuga e meu desabafo,
Por quanto tempo mentirei pra mim mesmo,
Mentirei que não amo mais você!

Nenhum comentário: