terça-feira, 3 de abril de 2012

Definir é limitar!

Nomear, rotular, definir, muitas vezes sentimos a necessidade de coisas como essas, fazemos isso para ficar mais fácil de agrupar ou encontrar certas coisas, numa prateleira por exemplo, mas tem outras coisas que nem conseguimos mensurar, então por que nomeá-las? Porquê apenas não as sentimos, sem a preocupação em ostentar ou definir, afinal definir é limitar, então para que limitar o que sentimos.
Não deixe que as aparências ou pensamentos alheios sejam mais importante que os sentimentos.
A única coisa que pode haver um nome entre nós é a: Felicidade.

Nenhum comentário: