sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Juventude.

"A juventude não deveria se importar tanto com o amor.
Ele vem quando tem que vir e deve ser sentido no tempo certo. 
Sentir, no presente, algo que é programado para o futuro, não é um bom negócio. 
É se precipitar a dor!
Compreender isso não é uma tarefa fácil, mas… 
Caso contrário… A dor gerada pela incompreensão, vira mágoa e não experiência! 
Benção vira maldição."

Nenhum comentário: